,

Consequências Que Não São Eficazes

09:02:00



Olá Amores! 


Como vocês estão? Por aqui seguimos de #quarentena e produzindo muito conteúdo e aprendendo muito também. Semana passada  a Psicóloga Aline Brito nos falou  sobre alguns passos para estimular o bom comportamento e o quão é importante considerar o que acontece depois de um comportamento direcionado porque as consequências podem afetar a probabilidade de recorrência de um comportamento, sendo assim vamos falar hoje sobre consequências que não produzem um resultado satisfatório que muitas vezes praticamos mas que não produzem o efeito desejado como por exemplo:



  • Dar atenção negativa: parece contra intuitivo, mas consequências que parecem negativas para nós (como levantar a voz ou bater) às vezes podem reforçar o próprio comportamento que estamos tentando prevenir. Isso porque as crianças valorizam tanto a atenção dos adultos importantes em suas vidas que qualquer atenção - positiva ou negativa - é melhor do que nada. É por isso que a atenção negativa pode aumentar o mau comportamento com o tempo. Responder a comportamentos com críticas ou gritos também pode afetar adversamente a autoestima das crianças.
  • Consequências tardias: as consequências imediatas são as mais eficazes. As crianças têm menos probabilidade de vincular seu comportamento a uma consequência se houver muito tempo entre os dois, o que significa que as consequências retardadas têm menos probabilidade de realmente mudar o comportamento de uma criança.
  • Consequências desproporcionais: os pais às vezes podem ficar tão frustrados que reagem exageradamente ao dar as consequências, o que é compreensível. No entanto, uma grande consequência pode ser desmoralizante para as crianças, e elas podem desistir de tentar se comportar.
  • Consequências que são complacentes:  quando uma criança demora a fazer algo que você deseja que ela faça, como pegar seus brinquedos, muitos pais ficam frustrados e simplesmente fazem isso sozinhos. Embora essa reação também seja compreensível, também aumenta a probabilidade de que ele demore novamente na próxima vez.

Desejo que vocês estejam evoluindo com persistência e amor! Um forte abraço e até a próxima semana!

Aline Brito Beijos.









Beijos! Beijos!

You Might Also Like

0 comentários

SUBSCRIBE NEWSLETTER

Get an email of every new post! We'll never share your address.